segunda-feira, 28 de fevereiro de 2011

De quem é a culpa?

Apertamos sempre na mesma tecla
Giramos sempre o mesmo botão
Queremos que as coisas mudem
Mas nunca mudamos de opinião
Mas nunca mudamos de posição
E pensamos que somos civilização.