terça-feira, 23 de novembro de 2010

Percepção

Quando olho pra trás
Percebo que o passado não foi pior
Foi apenas vivido por uma pessoa
Que já não sou
Meu horizonte hoje tem outra cor
Mais cinza talvez

Mais coloridos nos fins de tarde

É durante a noite que consigo me explicar
Mas cada noite sou outra
Efeito do dia
Efeito da vida que pesa nos ombros
Que me faz não ter outra escolha
Que me faz ser eu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário