quinta-feira, 14 de abril de 2011

Todo homem possui uma cegueira: só vê o que bem quer.

Precisamos nos justificar para nós mesmos,
Diante de um espelho
E nesse espelho, o que conta,
É o que pensamos sobre nós.

Será que é hipocrisia?
Será que é apenas instinto de sobrevivência?

De nada serve a certeza
Além de nos fazer sofrer por planos desfeitos
Pelo acaso?
Pela falta de sorte?
Pelo destino?

Há quem diga que sabe a resposta,
Mas não conta dizendo ser segredo
No fundo ele não tem certeza do que diz
Mas não pode ser julgado
Por mentiras que tantos acreditam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário